MANIFESTO EM DEFESA DO BOM JORNALISMO

MANIFESTO EM DEFESA DO BOM JORNALISMO

– EM ATENÇÃO ao Código de Ética dos Jornalistas Brasileiros;
– TENDO em vista o flagrante desrespeito aos direitos dos jornalistas na jurisdição;
– O AVANÇO cruel da precarização nos ambientes de trabalho que, além de injusta, ilegal e desumana, compromete a segurança, a qualidade, estressam e sobrecarregam os profissionais;
– A PRESENÇA daqueles que se dizem jornalistas, mas que não passam de oportunistas, desonestos e falsos profissionais;
– A PRÁTICA do vergonhoso, criminoso e imoral jabá;
– O DESRESPEITO ao Direito Autoral e a apropriação de conteúdos jornalísticos sem autorização e sem o devido crédito para o autor;
– OS BAIXOS e vergonhosos salários que revelam a face daqueles que a pretexto da crise e da limitação financeira só querem tirar proveito dos jornalistas e dar-lhes em troca uma banana;
– O ASSÉDIO moral nas redações, fora delas e o cerceamento por parte de autoridades e figurões da política e do capital econômico para se impedir a rigorosa apuração dos fatos e as denúncias;
– A SINERGIA no meio quando a empresa usa o conteúdo do jornalista em outras plataformas do mesmo grupo sem pagar nada por isso;
– A FALTA de liberdade dentro das redações para o jornalismo em sua essência respeitando-se os limites da Lei, do direito individual, da ética e ouvindo-se todas as partes envolvidas;
– O DESRESPEITO à jornada especial e o não pagamento de horas extras e às vezes até do próprio salário dentro dos prazos estabelecidos em Lei;
– A NECESSIDADE de defender a PEC do Diploma;
– A NECESSIDADE de se respeitar o público com notícias claras, objetivas, completas, verdadeiras e equilibradas;
– A NECESSIDADE de defender sempre a democracia;
– O FATO de alguns empresários, prepotentes, se intitularem donos da notícia e se comportarem como partidos políticos.

ALERTAMOS a sociedade e CLAMAMOS para que ela, seus segmentos organizados e os bons agentes públicos nos ajudem a combater essas práticas nocivas e exigir o BOM JORNALISMO, sem o qual a VERDADE CORRE PERIGO, a DEMOCRACIA CORRE PERIGO, a DISSIMULAÇÃO e a TAPEAÇÃO continuarão manipulando a opinião pública conforme seus vícios e interesses.
VAMOS exigir um jornalismo plural, transparente e isento!
VAMOS dizer não ao jornalismo bajulador, parcial, superficial, mentiroso, leviano e anti-republicano porque teme a verdade, o contraditório, a opinião inteligente e não dá voz às minorias;
ABAIXO o jornalismo de sarjeta!
COMO COMBATER ISSO?
NÃO anunciando (principalmente o setor público), não consumindo, não interagindo com esse pseudojornalismo, ajudando-nos a desqualificá-lo e denunciá-lo!
ABAIXO aqueles que querem amordaçar os jornalistas e VIOLENTAR NOSSAS CONSCIÊNCIAS!
AVANTE o bom jornalismo!
OS JORNALISTAS são os verdadeiros protagonistas do jornalismo.
O RESTO ou é marionete, ou é ventríloquo, ou é enganador ou é perfumaria.

SINDICATO DOS JORNALISTAS PROFISSIONAIS NA REGIÃO DA GRANDE DOURADOS (SINJORGRAN)
Dourados, Itaporã, Fátima do Sul, Rio Brilhante, Maracaju, Caarapó, Ponta Porã, Amambai, Antônio João, Aral Moreira, Naviraí, Eldorado, Itaquiraí, Mundo Novo, Deodápolis, Iguatemi, Nova Andradina, Ivinhema, Glória de Dourados, Angélica, Tacuru, Paranhos, Sete Quedas, Coronel Sapucaia e Batayporã.

Manifesto distribuído durante o churrasco dos jornalistas no dia 30 de junho de 2016.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s