SINJORGRAN chega aos 27 anos apreensivo com a situação do País

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais na Região da Grande Dourados (SINJORGRAN) completou na sexta-feira passada, 9 de dezembro, 27 anos de fundação e o que seria motivo de comemoração se tornou um momento apreensivo diante do cenário político e econômico do País.

Ainda mais diante da possibilidade de se tirar direitos trabalhistas conquistados a duras penas ao longo dos anos e tornar mais difícil a aposentadoria justa que todo trabalhador tem direito.

 

Este ano foi ruim no âmbito local em termos de negociação dos Acordos Coletivos de Trabalho (ACTs), pois, de quatro acordos que existiam em 2015, neste ano foram renovados três e apenas um com a reposição integral do INPC.

 

Para avaliar melhor esse ambiente de tensão, os jornalistas se reúnem nesta sexta-feira à noite em assembleia em sua sede, a partir das 19h, oportunidade em que vão discutir o resultado das atividades deste ano; a recente reunião em Amambai; haverá prestação de contas, enfim, entre outros assuntos.

 

O sindicato precisa se preparar para enfrentar os cenários negativos e como será o impacto no âmbito regional para a categoria. O objetivo principal é lutar para se evitar maiores prejuízos, como se já não bastassem os baixos salários, a falta de estímulo no setor, a precarização e a qualidade do jornalismo.

 

Embora um ano tenebroso e, no caso local, ainda houve a morte prematura do secretário da entidade, César Cordeiro, em 6 de agosto, aos 48 anos, vítima de AVC, o sindicato se manteve alerta e se empenhou na defesa dos seus filiados com todas suas forças.

 

Como parte da programação alusiva ao Dia do Jornalista, em 7 de abril, teve uma agenda que incluiu entrevistas, manifesto em defesa do bom jornalismo, festa de confraternização, visita à Associação Comercial e Empresarial (ACED) para divulgar o trabalho dos jornalistas e como precisa ser ético e responsável o desempenho das empresas locais de comunicação, além do uso da Tribuna Livre da Câmara Municipal quando o presidente Luís Carlos Luciano pediu para que o legislativo não liberasse mídia para picaretas do meio que sequer tem jornalista na redação.

 

O tema foi “A pauta de hoje, nossa luta”. Teve a campanha interativa com o desafio #sefienaredação quando as equipes divulgaram fotos das redações em suas respectivas páginas no facebook mostrando o seu dia-a-dia.

 

Neste ano, nas eleições para a Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) e Comissão Nacional de Ética, o presidente do SINJORGRAN foi mantido no Departamento de Mobilização em Assessoria de Comunicação. Ele foi reconduzido aqui com o voto maciço dos filiados direcionado para a chapa 1 tendo como candidata a presidente Maria José Braga, de Goiás. Pela quarta vez consecutiva o sindicato mantém seu espaço político dentro da FENAJ.

 

O SINJORGRAN é um dos quatro do País com abrangência regional, pois, todos os demais são de âmbito estadual. Visite https://sinjorgranms.wordpress.com e acompanhe pelo facebook as ações da entidade (sinjorgran dourados).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s